Requisitos de facturas: criação do código único de documento (ACTUD) e código de barras bidimensional (código QR)

Na sequência da entrada em vigor da obrigatoriedade de as facturas e demais documentos fiscalmente relevantes conterem um código de barras bidimensional (código QR) e um código único de documento (ATCUD), prevista no n.º 3 do artigo 7.º do Decreto-Lei n.º 28/2019, de 15 de Fevereiro, foi recentemente publicada a Portaria n.º 195/2020, de 13 de Agosto, a qual regulamenta os requisitos de criação dos referidos códigos.

A referida Portaria veio determinar que o ATCUD, a constar em todos os documentos, será composto pelo código de validação da série e pelo número sequencial do documento dentro da série, sendo o seu formato o seguinte: «ATCUD:CódigoDeValidação-NúmeroSequencial». Para obtenção do código de validação da série, os sujeitos passivos deverão comunicar à Autoridade Tributária e Aduaneira as séries utilizadas, que devolverá posteriormente o respectivo código de cada série.

Relativamente ao QR Code, aguardam-se as respectivas especificações técnicas (ainda não disponibilizadas no Portal das Finanças).

A presente Portaria entrará em vigor a 1 de Janeiro de 2021.
Fonte: KPMG

últimos artigos

24.12.2020

Boas Festas


22.12.2020

Publicado pagamento de IVA em prestações em 2021

Foi, recentemente, publicado um Decreto-Lei (103-A/2020) que estabelece a possibilidade de pagamento...

21.12.2020

Novo Despacho: Devolução do PEC e limitação dos pagamentos por conta

O Secretário de Estado dos Assuntos Fiscais emitiu um novo Despacho (SEAAF 510/2020.XXII) que esclar...