Novos procedimentos para funcionários sem teletrabalho que fiquem em isolamento

A Segurança Social alterou, recentemente os procedimentos a realizar pelas empresas quando têm um trabalhador que fica em situação de isolamento profilático. Em causa, estão os funcionários que têm funções que não podem ser realizadas em teletrabalho.

Só há subsídio se a empresa comunicar!
Assim, imaginemos que numa fábrica têxtil o Delegado de Saúde colocou 5 funcionários em isolamento profilático, sendo que 2 podem fazer o serviço em teletrabalho pois são designers e 3 não podem trabalhar em casa, pois são costureiras e não têm em casa as máquinas específicas para o efeito. Nesse caso, se nada for comunicado, a Segurança Social considera que todos ficariam em teletrabalho. Só haveria subsídio para as costureiras, se a empresa comunicar a impossibilidade de teletrabalho na Segurança Social Direta.
Fonte: Revista Gerente

últimos artigos

26.07.2021

Tribunal chumbou reforço de apoios a sócios-gerentes.

-»O Tribunal Constitucional chumbou um conjunto de normas que foram aprovadas pelo Parlamento em Mar...

26.07.2021

Promulgado prolongamento de moratórias bancárias até 31/12.

 -»Na passada 5ª feira, 22/7, o Presidente da República promulgou uma lei aprovada em Junho que es...

16.07.2021

Quantas faltas para despedir?

Qual o número mínimo de faltas injustificadas necessário para que uma empresa possa avançar para o d...