Entrada em vigor do Acordo de Protecção Recíproca de Investimentos entre Portugal e Angola

Foi publicado em Diário da República o Aviso n.º 23/2020, nos termos do qual entrou em vigor no passado dia 24 de Abril o Acordo sobre a Promoção e Protecção Recíproca de Investimentos assinado entre Portugal e Angola em Fevereiro de 2008.
 
Este Acordo define as regras a adoptar pelos dois Estados na promoção e protecção recíproca dos investimentos.
Entre outros aspectos relevantes, salientamos a consagração do direito de os investidores transferirem os rendimentos relacionados com os seus investimentos (v.g. lucros, dividendos, juros e ganhos de liquidação) e a existência de mecanismos de compensação por nacionalização ou expropriação.
 
Importa, também, referir que o Acordo apenas é aplicável aos investimentos que venham a ocorrer após a respectiva entrada em vigor.
 
Por fim, interessa dar nota que, do ponto de vista do Estado Angolano, o Acordo em causa já se encontra em vigor desde o passado mês de Março.
Fonte: kpmg.pt

últimos artigos

22.04.2021

Parlamento volta a travar big brother fiscal das empresas

A lei que regulamenta o envio de dados das empresas para o Fisco vai de novo ser alterada pelo Parla...

02.03.2021

Novos procedimentos para funcionários sem teletrabalho que fiquem em isolamento

A Segurança Social alterou, recentemente os procedimentos a realizar pelas empresas quando têm um tr...

01.03.2021

PME de restauração sem perdas de facturação podem pagar IVA a prestações

Hoje, 1/3, finda o novo prazo de pagamento do IVA mensal referente ao mês de Dezembro ou o pagamento...